25 de julho de 2007

Dias assim...

...fazem-me duvidar da minha capacidade para ser boa mãe. 98% das vezes que penso sobre o assunto penso que serei a melhor mãe do mundo para a pipoca de tal é o amor que sinto por ela, mas existem estes 2% que me fazem recear de não cumprir o meu dever de mãe que é fazer a minha filha feliz. Hoje estou com estes malditos 2% na cabeça, tudo porque de manhã irritei-me com ela, com a minha princesa. Tive de pedir ao pai para lhe pegar ao colo enquanto eu tive de me afastar para respirar um pouco, senti-me tão mal e isto pq lhe disse " Oh I. assim não dá!" enquanto ela estava a embirrar para mamar, falei num tom um bocado mais alto e ela até ficou estupefacta a olhar para mim, eu fiquei com raiva de mim mesma, não sei o que me deu. Eu sei que esta coisa da maternidade não é sempre fácil e por vezes nós mães acabamos por perder a paciência pq afinal não somos de ferro e para além dos filhos, tratar da casa e não ter tempo para nós acaba por nos desgastar um pouco, mas por não ter tido uma infância muito feliz tenho a pressão constante sobre mim de não falhar com a pipoca.
Já pedi um milhão de desculpas á minha filhota linda mas sinto um nó tão grande dentro de mim, a minha filha não merecia que eu lhe falasse neste tom. Ai! Ai! Agora tb estou a tentar que ela se entretenha mais tempo na espreguiçadeira ou no berço, para não ter de andar sempre com ela ao colo e acabo por sentir que estou a reduzir este vinculo que temos uma com a outra, por um lado quero que ela consiga ficar mais tempo entretida sem me ter colada a ela, por outro sinto falta de a ter nos meus braços .

5 comentários:

scas disse...

Não fiques assim... já viste o que são 2 em 100? Nada! Uma gota de água num oceano. De certeza que a tua pipoca percebe e entende o porquê de teres perdido momentaneamente a paciência. E, olha, que o peso da tua infância não condicione o vosso amor nem a tua forma de actuar... Daqui a uns anos podes ver-te a cerder em coisas que nunca cederias se não trivesses esse peso... E ser bom pai/mãe, também, é saber dizer não... (acho)

Celine disse...

Não fiques assim eu também tive momentos assim e também eu chateei-me com o bébé mas isso é normal é muita pressão em cima de nós!! Não te preocupes que a Inês não vai gostar menos de ti por causa disso e lembro-me de ralhar com o Flávio também por causa da mama pois ele brincava com ela em vez de mamar isso as 4 da manhã e eu cheia de sonho acabei por ralhar com ele depois arrependi-me logo. Isso passa a sério e como disse a scas são só 2% não é nada mesmo!! Beijinhos para ti e para a pipoquinha

Maria disse...

Existem dias assim, eu adoro o meu filho mastenho dias em que não tenho paciência para ele e depois fico cheia de remorços.

E não duvido nem um segundo que és boa mãe, duvidas todos nós temos e vamos ter ao longo da vida.

Beijocas

Maria Pereira

Os Papás disse...

Realmente, há momentos em que vamos abaixo e a paciência falha por completo, mas é perfeitamente normal...

Como dizes no post, não somos de ferro!

Quanto à tua infância condicionar, ou não, a tua maneira de ser como mãe, acredita que entendemos muito bem o que dizes...

Mas, duas coisas são certas:

Quanto às faltas de paciência, muitas mais virão e com mais frequência, especialmente quando a Inês começar a entrar noutras fases da vida dela... Não há nada a fazer a não ser estarem "preparados".

Quanto ao saber dizer não, como referido pela Scas, subscrevemos plenamente e algo mais...

Se a nossa cara metade disser não ou se zangar com a cria, por muito que nos custe, temos que saber acompanhar essa decisão, porque a primeira coisa que as crias fazem é correr de braços abertos, a pedir protecção, para o outro lado...

Beijinhos
Joaninha, Sónia e João

Marta Neves ( mama ) disse...

olá linda.. pois é a dias assim.. e momentos assim .. eu muitas vezes tbm tou assim.. houve uma vez q ate disse tou farat disto td.. o papa ficou incredulo a olhar para mim, mas claro que as palavras nao eram sentidas... e logo me arrependi.. os nossos filhos sao o melhor do nosso mundo.. mas nos tbm somos mulheres e precisamos de momentos para nos.. acredito piamente q és uma exelente mãe .. aposto que o papa ta sempre a dizer-te isso.. se for como o meu.. lol e adoro a maneira como falas da pipoca ve-se mesmo o quanto sentido é e o amor que por ela tens.. por isso força que a vida as vezes tem essas coisas mas logo passa :D