15 de março de 2007

Stress e preocupação...

Ontem foi a saga dos "centro de saude" que palavrão feio esse, que só me deu dores de cabeça, não tenho médico de familia, no centro da minha anterior area de residência não tinham vaga para nenhum médico, até aí tudo bem, sempre fui bem atendida no recurso nas raras vezes que fui lá. Mudei de casa á cerca de um ano, logo tenho de mudar de centro, como sempre fui atendida pelo meu médico particular e felizmente não precisei de recorrer ao SNS, tirando o hospital, deixei andar as coisas...fiz mal..pois...assim tinha-me enervado mais cedo e não agora, fui ontem á unidade de saude da minha area inscrever-me e sabem qual foi a resposta, estamos cheios não aceitamos mais inscrições, eu ainda barafustei apesar da simpatia da senhora que me atendeu e eu sei que não tinha culpa nenhuma, desculpem a expressão mas é a "porcaria"do sistema que temos, ela lá me indicou que o Centro X, onde a unidade pertence, aceitava inscrições para passar por lá e lá fui eu.
Cheguei ao dito cujo e antes de entrar já estava com má impressão, disseram-me que não me podiam inscrever porque o sistema informático não funcionava, tinha de passar lá noutro dia, mas que ali também não tinham vaga para médico de familia. Eu respondi que uma grávida tem direito a ser assitida por um médico, ao que o senhor me falou " Ah sim..se fôr o caso é nomeado um médico durante a gravidez", eu só tinha vontade de lhe bater com a barriga na testa e perguntar se achava que eu tinha engolido uma melancia..enfim. Já para não falar que nos dois centros se recusaram a dar-me a vacina contra o tétano, porque não estava inscrita, vou ter de ir ao outro.
Com esta correria e nervos á flôr da pele, durante a noite nem conseguia dormir, sentia a barriga muito dura e virava-me de um lado para outro na tentativa de aliviar este desconforto, de manhã ainda sentia algumas vezes que foram piorando durante o dia, também devido ao stress do trabalho. Liguei ao meu médico que me mandou fazer repouso, visto que já estou a tomar magnésio, eu claro tive uma crise de choro, com medo que a minha Inês não esteja bem por culpa da mãe mas já passou e a minha pipoca dá-me sempre uns miminhos e uma voltinhas aqui dentro para aliviar um pouco o minha preocupação.
Vamos ver como passo a noite, espero de manhã acordar melhor.

1 comentário:

Cristina disse...

Tens que ter mais calma. Não que seja por ti mas por ela... Sabes e nisso concordo contigo o nosso pais cada vez esta pior no que toca a saúde. Eu tb não tenho médico de família e sempre que preciso recusam-me a ser atendida.. Não nego que a realidade cada vez esta mais dura e que o sistema cada vez esta pior, mas porra estas gravida e fizeram pouco de ti.

Ve, lá se melhoras..
Jocas