5 de maio de 2007

Ontem fui ao hospital...

Pois é, ontem fui ao hospital depois do trabalho, desde manhã estava cheia de dores que não passavam e comecei a ter contrações, contei o tempo e parecia-me de 15 em 15 minutos, como sou mãe de 1ª viagem nem sabia ao certo o que se estava a passar, eu já nem sei o que é normal ou o que não é. Aguentei o trabalho até ao fim, imaginem o que é atender um cliente e sentir uma pressão enorme na barriga, tinha alturas em que só me apetecia deixá-los a falar sozinhos, mas estavamos com tanto serviço que não podia deixar o trabalho. Ao chegar a casa, dissse ao papá da pipoca que o melhor seria ir ao hospital ver o que se passa, porque até os sobressaltos do carro nos paralelos me faziam doer imenso a barriga, parecia que ia explodir. Quando cheguei lá, ligaram-me ao CTG, as contrações confirmaram-se, examinaram-me e o colo do útero já está muito mole mas não tenho dilatação, conclusão, a pipoca está com pressa, perguntei se o parto ainda iria demorar umas semanas e a doutora explicou que são indicios que está para breve, a não ser que haja uma surpresa e ela queira ficar mais tempo...humm...já duvido mesmo...vou fazer reforço de magnésio, porque a partir das 35 semanas já não fazem inibição do trabalho de parto e era para ficar já em casa,mas como vou entrar de férias, disse que ia tentar trabalhar hoje, vamos ver se aguento.
As dores passaram lá para as 3 da manhã, mas já estou a começar a senti-las..aí..aí..que esta minha filha já está mesmo entediada de estar lá dentro. O bom desta vez é que o papá da pipoca estava todo animado porque desta vez teve a companhia doutros papás na sala de espera e então estavam todos na conversa sobre gravidez, enquanto as mamãs estavam lá dentro.

2 comentários:

Cristina disse...

Estou ansiosa por abrir o teu blog e poder ler que a pipoquina nasceu, que pelo que estou a ver, está para breve.
Beijos

Carla disse...

Esperemos que ela fique mais uma ou duas semanas no quentinho. Se não, só posso desejar-te uma horinha pequenina! Um beijinho grande!