2 de junho de 2007

O nascimento da pipoca Inês


Finalmente venho partilhar o nascimento da minha pipoquinha.
No dia 25 de Maio, sexta-feira, á noite estava com contrações regularaes de 10 em 10 minutos, que depois passaram para 8 em 8 min., mas como eram daquelas de barriga dura e eu tinha decidido que só iria ao hospital quando tivesse certeza que a Inês queria nascer, fui para a caminha. Por volta da 1 da manhã senti um corrimento estranho, a bolsa de água estourou, imaginam a minha cara de felicidade :), acordei o papá e lá fomos nós para o hospital. Estava eu toda contente, pensando " se me rebentaram as águas, então o parto vai ser rápido..que fixe!!" pois enganei-me...cheguei ao hospital com 3 dedos de dilatação e assim fiquei até ás 9 da manhã, a dilatação não evoluia e trabalho de parto muito atrasado. O papá esteve sempre comigo, a tirar fotos sempre que vinha uma contração, a dar-me a mão sempre que eu respirava mais forte. Ás 9 lá veio o Srº Drº e decidaram dar uma ajuda com occitocina, a partir daí apercebi-me realmete o que era trabalho de parto, as dores foram ficando mais fortes, mas eu como estava decidida que queria epidural quando não aguentasse mais, assim foi, ainda me deram um medicamento para aliviar as dores, mas a unica coisa que fez foi provocar-me vómitos. Quando as dores estavam significativamente mais fortes e sem ter tempo de respirar pedi epidural, e que bem que soube, bendita anestesia :) já estava com 6 dedos de dilatação. Levaram-me para a "box" e disseram ao papá para ir almoçar que estava atrasado, eram cerca da 13 horas, mas mal me abriram a fralda para fazer o toque, mudaram de opinião, já estava com 10 dedos de dilatação e a pipoca prontinha a nascer.Agora vem a minha parte favorita, ensinaram o papá a ver no aparelho quando eu tinha uma contração para me ajudar a puxar, ele sempre teve um papel muito activo durante todo o processo e até se prontificou a calçar umas luvas e ajudar as enfermeiras se fosse preciso, ainda viu os cabelitos da pipoca dentro da barriga da mãe, porque estava dificil da princesa queres sair e as enfermeiras chamavam-no para ele ver. Infelizmente tiveram de fazer episiotomia, estavam a tentar não fazer, mas não foi possivel e após 1hora e meia a puxar e com vómitos pelo meio a minha Inês nasceu, com apgar 8/8 , 49cm e 2,948kg, foi o momento mais belo e gratificante da minha vida, eu estava tão feliz que estava com um sorriso de orelha a orelha. A pipoca foi aspirada, como se vê na foto acima, limpa e entregue ao papá enquanto tratavam de mim, somos uns papás babados!!!
Todas as dores que senti são perfeitamente suportáveis, e como todas as mamãs dizem, mal olhamos para os nossos rebentos esquecemos tudo e eu ADOREI estar ali a puxar para trazer a minha menina ao mundo.

10 comentários:

Cristina disse...

Fico muito feliz por poder ler este relato!!!!! Ainda bem que tudo correu pelo melhor e que a Inês esta de perfeita saúde!

Beijos

Liliana disse...

Olá..

Fiko feliz por saber k tudo correu bem!
Jinhos grandes as duas!!!

Carla disse...

Que maravilha! Que bom que correu tudo bem! Só se vê o cabelinho e o narizinho mas a Inês parece-me linda! Parabéns aos papás! Um beijinho grande!

Claudia_peixinha disse...

Tiveste uma "horita Santa" ainda bem .
PARABENS aos papás e muitas felicidades.

Um beijo.

Os Papás disse...

Ficamos muito felizes por saber que tudo correu bem.
Parabéns aos papás babados e um beijinho muito especial da Joaninha para a Inês.

Marta Neves disse...

ai k lindo relato :D emocionante .. =) beijoka poara vcs..

Sonia&Mi disse...

:)))
adoro ler relatos de parto!
Parabéns!!

Lipa disse...

Um parto feliz e bem realizado é sempre maravilhoso de se ler. E confortante.
Felicidades para a nova etapa.

disse...

que alegria ao ler este relato de parto.podera todos serem assim.ando tao ansiosa e ao mesmo tempo preocupada por saber que em breve sou eu e nao sei como se vai passar mas espero que seja assim lindo como contas.muitos beijinhos para os tres e muitas felicidades

Cláudia & Mada disse...

Olá,
Passamos pelo vosso cantinho e tomamos a liberdade.
Engraçado a Madalena nasceu a 27 de Maio, e tb me rebentaram as águas.. se bem que o meu parto fio mais rápido e não tive dores.
E tens razão qd as vemos passa tudo.
Bjokinhas nossas